Ação trará reflexões que colaborarão para a formação de professores e também para uma sociedade mais crítica

Uma parceria entre o Sindicato dos Professores (Sinpro) de Macaé e Região e a Universidade Federal do Rio de Janeiro, campus Macaé, vai possibilitar a formação de professores ainda mais cientes do papel da educação para a construção do conhecimento. As duas organizações já trabalharam na criação do projeto de uma roda de leituras e estudos sobre as contribuições do autor Paulo Freire para as práticas pedagógica. O convite aconteceu no final da Semana do Meio Ambiente, produzida pelo Sindicato neste mês. A atividade será gratuita.

O Sinpro e a UFRJ em Macaé formalizam a ação para que em breve as inscrições sejam lançadas. O objetivo é pensar na atualidade sobre o que foi escrito pelo autor, encontrando ou não as similaridades e aplicabilidade nos dias de hoje. Além dos estudantes da universidade, principalmente os de licenciatura, poderão participar todas as pessoas da comunidade que tenham interesse em se aprofundar e dar colaborações sobre os textos.

De acordo com o presidente do Sinpro Macaé e Região, Cesar Gomes, o projeto de extensão será de grande relevância para os professores da rede pública e particular. “Buscamos sempre boas parcerias que colaborem para a formação e dos nossos profissionais e para uma educação e um pensar críticos dos fatos que acontecem na atualidade. Escolhemos um autor muito representativo por todos nós educadores, responsável por conceituar o indivíduo enquanto sujeito, e que representa a resistência dentro de um cenário conservador. Faremos esta releitura crítica que possibilitará a formação de cidadãos mais empoderados”.

Para o coordenador do curso de Ciências Biológicas no campus Macaé, Rafael Costa, a intenção é usar o olhar de Paulo Freire para que cada um possa formar o seu olhar sobre a sociedade e os acontecimentos. “Atualmente, o nome do autor tem sido citado em meio a uma disputa ideológica, o que nos faz indagar a importância das obras dele. Queremos a maior diversidade possível, ou seja, reunir acadêmicos e sociedade civil. Esta mistura corrobora os estudos coletivos e poderá nos dar a profundidade de estudos que pretendemos”. Citando Rubem Alves, o coordenador acrescenta ainda que as rodas de conversas é uma forma de compartilhar visões, exercitando mais a “escutatória” do que a oratória. “Possibilita uma dimensão de horizontalidade do olhar do outro”.

PAULO FREIRE – O autor tem uma expressão e deixou um legado mundial. Foram 28 títulos de Doutor Honoris Causa. É o brasileiro com mais títulos de Doutor Honoris Causa de diversas universidades, são 41, ao todo, entre elas, Harvard, Cambridge e Oxford.

O educador criou o método inovador no ensino da alfabetização, para adultos, trabalhando com palavras geradas a partir da realidade dos alunos. A iniciativa do educador foi aplicada pela primeira vez, em 1962, no sertão do Rio Grande do Norte, quando foram alfabetizados 300 trabalhadores da agricultura.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/sinpromacaecom/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/sinpromacaecom/public_html/wp-includes/functions.php on line 4757