O Sindicato dos Professores de Macaé e Região apoia e participa da pesquisa elaborada e aplicada em parceira com a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz-, e convida a todos os docentes a participar da pesquisa, preenchendo o questionário da “Rede de Informação e Comunicação sobre a exposição ao SARS- CoV-2 em Trabalhadores no Brasil” , coordenado pela Dra. Liliane Teixeira.

As respostas diagnosticarão as reais condições de trabalho e saúde dos professores e professoras das escolas particulares, que não pararam de trabalhar desde o início da pandemia, mesmo que remotamente. Neste momento, com o retorno às aulas presenciais, ainda sem a imunização de no mínimo de 70 % da população nas cidades e no Brasil, para a educação é muito importante que toda a categoria participe.

A Rede de Informação e Comunicação sobre a Exposição ao SARS-CoV-2 em trabalhadores e trabalhadoras lançou um novo questionário – fase 2 -para obter respostas sobre saúde e sequelas em recuperados da Covid-19, bem como as condição de ambiente e processo de trabalho.
O questionário, da plataforma RedCap, destina-se a todos que estejam trabalhando presencialmente ou remotamente no enfrentamento da pandemia da Covid-19.
O questionário tem como objetivo gerar dados e informações que auxiliem na elaboração de propostas de vigilância da exposição de risco nos ambientes de trabalho.

Professores e professoras da base do Sinpro Macaé e Região acessem o link e respondam o questionário elaborado pela rede constituída pela Fiocruz, Departamento Intersindical de Estudos Pesquisas de Saúde e Ambiente de Trabalho – Diesat , Cesteh/Ensp/Fiocruz e a Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – ENSP.

Este é um momento muito importante. Precisamos ouvi-los com toda discrição e sigilo.
Ajude à Rede a receber o maior número de respostas possíveis e colabore para melhorar o trabalho neste momento de pandemia.
Responda ao questionário abaixo: https://redcap.link/REDETRABFASE2

Open chat