Nos dias 26 , 27 e 28 de outubro ocorreu a votação para a eleição da diretoria do SINPRO MACAÉ E REGIÃO .
O novo presidente do Sindicato enumerou diversos fatos que tornam, em sua opinião, a atual conjuntura nacional como um dos piores momentos da história do Brasil e, por isso, colocam desafios ao Sinpro Macaé e Região e à categoria, como a desastrosa política federal de controle da pandemia que vitimou quase 600 mil brasileiros, a escalada autoritária acompanhada por ataques diários aos trabalhadores, o ataque sistemático aos direitos trabalhistas por meio de inúmeras reformas e as seguidas tentativas de privatização e destruição do bem público.
“Essa conjuntura geral fala por si só os problemas que a gente tem pela frente, para estarmos bem conscientes e unidos. A questão do salário e do emprego é fundamental e dá o norte das nossas lutas, mas a gente precisa também entender as realidades que estão presentes. Por isso é importante ouvir as pessoas e saber o que esperam do Sindicato, o que anseiam e onde o Sindicato pode estar presente. Isso é um desafio desse início de gestão.”
Fabio Rocha considera essencial desenvolver o trabalho sindical de maneira aberta, participativa, democrática e transparente e convida toda a categoria a participar ativamente, seja por meio das assembleias, enviando sugestões ou trazendo temas para o debate coletivo.
O expressivo número de professores que registrou o seu voto, segundo a presidente Guilhermina Rocha , “demonstra o comprometimento dos professores e professoras e a consciência em relação ao trabalho realizado pelo Sindicato e sua importância para a luta dos trabalhadores, defesa dos nossos direitos e manutenção de todas nossas conquistas”.

Open chat